Aparecidense promete recorrer ao Pleno do STJD até a próxima quinta-feira

O clube goiano argumenta que a desclassificação da denúncia no artigo 243-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (atuar de forma contrária à ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida, prova ou equivalente) para o artigo 205 (impedir o prosseguimento da partida, prova ou equivalente que estiver disputando, por insuficiência numérica intencional de seus atletas ou por qualquer outra forma) prejudicou a defesa do clube.
“Não houve interrupção da partida. Também não fomos notificados desta desclassificação para o artigo 205 e não tivemos como preparar a nossa defesa”, afirmou Wilson Queiroz, que acredita na agilidade do pleno do STJD para julgar o recurso do Aparecidense. “Até mesmo porque, existe uma vontade de evitar que a Série D seja paralisada. A situação seria muito ruim para o futebol brasileiro, principalmente por causa das datas para as partidas”, ressaltou o dirigente do clube goiano.
Leia mais: Aparecidense promete recorrer ao Pleno do STJD até a próxima quinta-feira | JORNAL O TEMPO

Destaque

Atlético-GO e Vila Nova ajustam últimos detalhes para o clássico de sábado

Atlético-GO e Vila Nova ajustam últimos detalhes para o clássico de sábado

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Seguidores