Comissão do Orçamento aprova CPMF como receita em 2016



Numa vitória do governo, medida foi aprovada mesmo com parecer contrário do relator.
 
Com uma ação de rolo compressor do governo, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou nesta terça-feira a inclusão da CPMF como fonte de receita em 2016 a partir de setembro, com arrecadação líquida (o que o governo pode utilizar) de R$ 10,15 bilhões, já descontado o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), que será reduzido. 

A arrecadação bruta será de R$ 12,7 bilhões. 

O destaque para garantir a CPMF como fonte de receita foi aprovado mesmo com posição contrária do relator de receitas de 2016, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que excluiu o chamado imposto do cheque do seu parecer oficial, analisado na sessão desta terça-feira

Assuntos de Goiás TV

Destaque

Tigrão vence em Criciúma, contraria os pessimistas e segue no páreo pelo acesso a Série A em 2017

Só queremos o que é nosso! Arrumar uma Série A para o Vila Nova a esta altura do campeonato é diminuir o feito que este grupo fantástico es...

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Loading...

Seguidores