Diferença de classes no SUS é inconstitucional

Na quinta-feira (3/12/2015), o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional a possibilidade de um paciente do Sistema Único de Saúde (SUS) pagar para ter acomodações superiores ou ser atendido por médico de sua preferência, a chamada diferença de classes. 

Por unanimidade, os ministros negaram provimento ao Recurso Extraordinário (RE) 581488, sob a fundamentação de que esse tipo de pagamento contraria o artigo 196 da Constituição Federal, que garante a todos os cidadãos acesso universal e igualitário às ações e serviços de saúde.

 Leia mais: http://bit.ly/1Nv7ws0 

 Na mesma sessão, o Plenário deu provimento ao RE 594116 e reconheceu a inconstitucionalidade da cobrança de porte de remessa e retorno dos autos de autarquias federais no âmbito de Justiça estadual. 

O recurso teve repercussão geral reconhecida e há 3.314 casos sobrestados sobre a mesma matéria.

 Leia mais: http://bit.ly/1LSbCt3 

 O Supremo reafirmou ainda entendimento da Corte relativo à elevação de alíquotas do Imposto de Renda sobre exportações promovido pela Lei 7.988/1989. 

Os ministros deram provimento ao Recurso Extraordinário (RE) 592396, com repercussão geral, apresentado por uma metalúrgica de São Paulo, e declararam a inconstitucionalidade da elevação de alíquota. 


 O ministro Teori Zavascki pediu vista do RE 641320 que discute a possibilidade do cumprimento de pena em regime mais benéfico ao sentenciado quando não houver vagas em estabelecimento penitenciário adequado. 

Até o momento votaram o relator, ministro Gilmar Mendes, e o ministro Edson Fachin, que o acompanhou, no sentido de dar provimento parcial ao recurso. 

Assuntos de Goiás TV

Destaque

Tigrão vence em Criciúma, contraria os pessimistas e segue no páreo pelo acesso a Série A em 2017

Só queremos o que é nosso! Arrumar uma Série A para o Vila Nova a esta altura do campeonato é diminuir o feito que este grupo fantástico es...

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Loading...

Seguidores