tvfolha ao vivo: Thiago Fragoso atribui rejeição de personagens gays a 'momento do país'

O momento em que o país vive interfere na aceitação de personagens gays em uma novela. A opinião é do ator Thiago Fragoso, que participou da programação ao vivo da "TV Folha" nesta sexta-feira (5).

O ator refere-se ao seu papel gay em "Amor à Vida", novela global escrita por Walcyr Carrasco, exibida entre 2013 e 2014, que ganhou uma indicação no prêmio GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation - em português, Aliança dos Gays e Lésbicas contra a Difamação) Media Awards.

Na trama, Fragoso encarnou Niko e fazia par com Félix (Mateus Solano).

"Cultura é uma coisa tão delicada. Tem muita coisa associada ao momento político do país e a uma manipulação perniciosa de mídias sociais, por parte de elementos, que são lideranças políticas e religiosas, de maneira que não são legais."

A aceitação do público em relação ao primeiro beijo gay, veiculado em 2014 no final da novela "Amor à Vida", da Globo, foi um fenômeno daquela época.

TEATRO

Fragoso está em cartaz em São Paulo com a peça "As Benevolentes - Uma Anatomia do Mal". Ele interpreta o oficial nazista Maximilien Aue. Responsável por uma série de torturas e assassinatos durante o Holocausto, o personagem não demonstra qualquer arrependimento por seus atos. O monólogo tem direção de Ulysses Cruz.

A mesa foi comandada pelos repórteres Rafael Balago e Mariana Agunzi, ambos do "Guia Folha".

Assuntos de Goiás TV

Destaque

Walter sinaliza com redução salarial, e Vila Nova vai em busca de parceiros

Após reunião, presidente do Tigre diz que atacante aceitou receber menos para jogar no clube. Mesmo assim, diretoria precisa de invest...

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Loading...

Seguidores