Depois de uma experiência mal sucedida como cartola do Vila Nova, Roni vira 'empresário da bola' e sua "joia" é Érik do Goiás

Assessorando, atualmente, a carreira de 11 atletas, entre eles o zagueiro Ernando (do Internacional) e o atacante Érik, eleito a revelação do Campeonato Brasileiro de 2014 com a camisa do Goiás, Roni quis expandir sua 'cartilha' para além dos jogadores. O lado empresarial falou mais alto e a compra de mandos de campo pareceu uma boa estratégia. Neste ano já foram quatro: ASA x Palmeiras, Ponte Preta x Palmeiras, Cruzeiro x Corinthians, Vasco x Flamengo.

Dono de uma agencia de consultoria esportiva que leva seu nome, fundada em 2012 - mesmo ano em que deixou os gramados com a camisa da Anapolina -, Roni divide a gerência do negócio com um amigo e parece se empenhar no novo projeto de vida assim como fazia para se livrar da marcação com frieza e definir a gol com precisão, característica inerente a um bom goleador - que neste caso, não liga muito para números. Afirma não saber quantos gols fez.
Há 18 anos no futebol, Roni vira 'empresário da bola' e se desafia no mercado - ESPN.com.br


Destaque

Umberto Louzer é o novo comandante técnico do Vila Nova para a temporada 2019

O profissional foi campeão paulista pelo Guarani na Série A2 deste ano e já trabalhou como auxiliar dos técnicos Barbieri, Vadão, Marcelo ...

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Seguidores