Com samba, soul e passinho, Casa Verde tem aniversário coletivo mensal

As primeiras notas de "Parabéns", de Tim Maia, começam a tocar depois da meia-noite. No salão, todos levantam as mãos e cantam juntos, numa mistura de coral gospel e harmonia de escola de samba. O refrão é irresistível.

"Que legal! Parabéns por este ano, outra vez só dá você", repete Tim. Nas mesas de plástico que bordeiam a pista de dança, bolos são cortados e bebe-se espumante.

Naquela noite, 15 pessoas comemoravam as novas idades no Baile dos Aniversariantes, uma das tradicionais e (pouco conhecidas) festas de música black da cidade. Ela ocorre na última sexta-feira do mês, em um salão na Casa Verde (zona norte). Paulistanos de todas as cores e estilos são bem-vindos para ouvir soul, samba e pop. E, claro, celebrar o aniversário.

Destaque

Após 60 dias de jejum em casa, Avaí bate Vila Nova e entra no G4 da Série B

Vila Nova perde primeiro jogo do segundo turno. O Vila Nova começou mal a segunda metade do Brasileirão Série B. O time goiano foi derrota...

Arquivo do blog

Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Seguidores